página principal
Poemas para a Vila das Mercês

Vila das Mercês,
tão grande que gela
na passarela
como Avenida
È bem percebida
por vezes lotada
pelos consumidores
e admirada
pelos vendedores.
Local onde se acha tudo
a quem procuro.
sem violência,
com elegância
é bem atendido

por final, todos são bem vindos!

Centro Educacional SESI–CE 402
Bárbara Lohs Schwebel Rossi
Ciclo III – Inicial

Vila das Mercês formosa, com um povo corajoso e vitorioso.
Esta é a Vila mais querida que já vi, ninguém cuida igual assim.

Vila das Mercês amada
Vila das Mercês querida
Não sabemos quando tu
fostes fundada
Mas tu és aclamada.

Tua formosura é exuberante
Tu conquistastes e criou-te sozinha

Tua igreja és tão linda
Povo amado
Vila amada

Faz criar uma nova Pátria
Teu povo defendeste

Oh! Vila amada
Preciosa Vila
sem ti não haverias vidas

Escravos lutavam pela paz
A todos nós um fato a mais

Defender-te, és uma honra
Tu és tão amada
Querida Vila!

Centro Educacional SESI – CE 402
Tatiane de O.Ferreira
Ciclo III – Final C

 

www.upiranga.com - Todos os direitos reservados